Year: 2021

Impasse continua na União de Freguesias de Amoreira, Paredes e Ancas

Impasse continua na União de Freguesias de Amoreira, Paredes e Ancas – A Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Amoreira da Gândara, Paredes do Bairro e Ancas marcada para a passada quinta-feira, dia 13, acabou por não se realizar, devido à ausência da presidente de Junta eleita, Ema Paula, por motivos de doença súbita, segundo avançaram os elementos eleitos.


De recordar que esta reunião tinha como objectivo a constituição do executivo com a eleição dos dois elementos em falta (secretário e tesoureiro) e da Mesa da Assembleia. Uma situação que se arrasta há já quatro meses, criando assim um “vazio” na gestão das freguesias.

A origem deste impasse na constituição dos órgãos, por parte de alguns elementos eleitos que não têm aceitado ocupar os cargos, prende-se com a localização da sede da União.

Passados mais de três meses do acto eleitoral e várias reuniões da Assembleia de Freguesia, tudo indicava que desta vez, conseguir-se-ia chegar a um consenso, mas parece que tal ainda não foi conseguido, nomeadamente entre os elementos eleitos pelo MIAP.

De acordo com a lei, passados 90 dias da tomada de posse da Assembleia de Freguesia e não havendo nada em contrário, a sede da União ficaria localizada, neste caso, em Paredes do Bairro, mas parece que essa certeza não é total, dado que apenas houve a tomada de posse e não foram constituídos os órgãos (Executivo e Mesa da Assembleia).

De referir ainda que, à semelhança de reuniões anteriores, e apesar do arrastar da situação, a população continua a marcar presença em grande número o que é de louvar.

Entretanto, espera-se que a assembleia de freguesia seja remarcada para breve.

Petição popular pede novas eleições na União

Uma petição popular promovida por dois proponentes, Artur Castro (Ancas) e Miguel Cunha (Amoreira da Gândara) foi subscrita, nas duas últimas semanas, por mais de 270 pessoas residentes na União de Freguesias de Amoreira da Gândara, Paredes do Bairro e Ancas com o intuito de convocar uma assembleia de freguesia extraordinária, com o objectivo de convocar eleições intercalares.

Os signatários do documento requerem que a presidente da União de Freguesias convoque, “no prazo máximo de 8 dias, após data de recepção/notificação da presente petição, uma reunião extraordinária da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias de Amoreira Gândara, Paredes do Bairro e Ancas, com o envio das respetivas convocatórias e afixação de editais”.

Da convocatória, na ordem de trabalhos deve constar “a votação pelos membros eleitos da Moção de Censura que esta “Petição de alteração Política” incorpora, na defesa do futuro da União de Freguesias de Amoreira da Gândara, Paredes do Bairro e Ancas; e no período regimental, antes e depois da ordem de trabalhos, de um período para intervenção do público”.

Por outro lado deve constar ainda a “deliberação pelos membros eleitos da Assembleia de Freguesia, da ratificação das deliberações anteriores de «tendo sido verificada a impossibilidade dos vogais da junta de freguesia» reiterando a Assembleia que seja remetida «para as autoridades competentes e devidos efeitos» a informação e a documentação necessária para que as mesmas, no âmbito das suas competências, diligenciem os procedimentos necessários para a convocação de novas eleições”.

Os proponentes referem no documento que “esta é a única alternativa que resta para assegurar uma réstia de respeito dos eleitores e população em geral nos titulares dos cargos autárquicos da sua União e promover a confiança num próspero e unido futuro. Certamente prevalecerá mais do que nos une”.

O RB sabe que a petição já foi enviada, na passada sexta-feira, dia 14, à presidente da Junta da União de Freguesias. Se a lei for seguida, uma assembleia de freguesia deverá ser convocada para os próximos dias.…

Avelãs de Cima: Novo Centro Escolar já abriu portas

Avelãs de Cima: Novo Centro Escolar já abriu portas – O novo Centro Escolar de Avelãs de Cima, infraestrutura educativa do Município de Anadia, abriu portas no passado dia 24 de outubro, para receber os alunos provenientes dos Jardins de Infância e das Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico (1º CEB) das freguesias de Avelãs de Caminho e de Avelãs de Cima.


Num dia de aulas diferente, os 49 alunos do ensino pré-escolar e os 103 do 1º CEB, bem como as nove docentes, ficaram a conhecer os novos e modernos espaços onde vão agora decorrer as suas atividades letivas e não letivas.

Assim, entre os espaços de ensino e de apoio, o Centro Escolar disponibiliza cinco salas de atividades para o pré-escolar e sete salas de aula para o 1º CEB, bem como uma biblioteca, uma sala de informática, uma sala polivalente, um refeitório e três gabinetes; conta ainda com espaços sociais (sala de professores, átrios e zonas de circulação) e espaços de apoio geral (cozinha, anexos, vestiário, instalações sanitárias diferenciadas, arrecadações e arrumos).

No que respeita aos espaços exteriores, este Centro Escolar dispõe de um recreio constituído por diversas zonas interligadas: um recreio coberto, um recreio livre (repartido em duas zonas distintas, de acordo com os dois níveis de ensino ali ministrados),

uma área de espaço de aventura (parque infantil e zona de jogos lúdicos) e um polidesportivo ao ar livre, e ainda um local no terreno livre destinado a exercícios regulares de evacuação do edifício (com marcações no pavimento, elucidativas dos pontos de concentração dos alunos em situações de alarme e alerta).

As atividades de apoio às famílias dos alunos das atuais três turmas do ensino pré-escolar e das seis turmas do 1º CEB continuarão a ser asseguradas pela Associação Social de Avelãs de Caminho e pelo Centro Social,

Cultural e Recreativo da Freguesia de Avelãs de Cima, que desde há muito colaboram com as famílias e com a autarquia na prestação dos serviços de refeições e de ocupação de tempos livres.

Neste primeiro dia na nova escola, os alunos tiveram ainda oportunidade para participar nalgumas atividades lúdicas promovidas pelos serviços de Desporto e Cultura do município,

ficando o dia marcado pela visita da Presidente da Câmara Municipal de Anadia, Maria Teresa Cardoso, que fez questão de ali se deslocar para acompanhar de perto a transferência dos alunos, e ainda para dirigir algumas palavras à comunidade educativa.…

Anadia: Consulta Aberta sofre redução de horário

Anadia: Consulta Aberta sofre redução de horário – O horário da Consulta Aberta (Atendimento Complementar) de Anadia sofreu uma redução, desde a passada segunda-feira, dia 1 de Dezembro.

Aquele serviço, que funciona no Centro de Saúde de Anadia, passa a estar aberto, à semana entre as 20h00 e as 24h00 e aos fins-de-semana e feriados, entre as 8h00 e as 22h00.

Segundo o RB conseguiu apurar, as três Unidades de Cuidados Saúde Personalizados (UCSP) – Anadia, São Lourenço do Bairro e Sangalhos – passam a garantir o atendimento de casos agudos. Ou seja, entre as 8h00 e as 20h00, os utentes que registem casos agudos podem dirigir-se à sua UCSP que serão atendidos por um dos médicos presentes.

No sentido de saber como o serviço funciona, os utentes devem dirigir-se às respectivas Unidades para que se informem sobre o seu funcionamento.

De recordar que a UCSP de Sangalhos abrange os utentes das Freguesias de Amoreira da Gândara, Ancas, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima e Sangalhos.

A unidade de Anadia abrange as Freguesias de Arcos, Moita e Vila Nova de Monsarros.

A de São Lourenço do Bairro abrange as Freguesias Mogofores, Óis do Bairro, São Lourenço do Bairro, Tamengos, Vilarinho do Bairro, Paredes do Bairro e Aguim.…

Pedralva: Grupo Folclórico promove matança do porco

Pedralva: Grupo Folclórico promove matança do porco – O Grupo Folclórico da Pedralva levou a efeito, no passado dia 14, na sua sede, mais uma tradicional matança do porco.

Pelo evento passaram cerca de 300 pessoas. O trabalho começou bem cedo com o pegar do porco.

À hora de almoço foi servido o tradicional sarrabulho.

Durante a tarde a animação foi grande, com jogos tradicionais, cantares e danças. Ao final do dia “apareceram” os rojões, ossos no vinho e as papas com ciscos.

Segundo o presidente da Direcção do Grupo Folclórico, Martinho Coelho, “o convívio foi grande e desgarrado”, adiantando que a matança do porco “é uma das duas grandes acções que promovemos anualmente”.

O responsável do Grupo deu ainda a conhecer ao RB que o programa do Festival de Folclore que se realiza, no último sábado do mês de julho, “está praticamente elaborado”.

Neste evento irão participar cinco grupos: Amarante, Castelo de Paiva, Leiria, Viseu e o da Pedralva.

A Direcção está ainda a trabalhar no sentido de trazer um grupo estrangeiro ao festival, mas ainda nada está confirmado.

Entretanto, estão também agendadas várias actuações, nomeadamente em Loulé (1 de maio), Viseu e Castelo de Paiva (junho) e Leiria (outubro).

Martinho Coelho referiu ainda que existe uma possibilidade de o Grupo ir a Espanha (permuta) ou a França (a convite da comunidade portuguesa) durante o Verão, mas ainda nada está definido.

Quanto a outros projectos, o presidente da Grupo anunciou que estão “a tentar recriar novamente as vindimas e as escarpeladas”, uma vez que eram actividades que se realizavam antigamente.

Necessário preservar o património

Uma das dificuldades que o Grupo enfrenta actualmente tem a ver com a necessidade de preservar o património existente no Museu.

“A casa está a necessitar de uma intervenção grande, designadamente ao nível das madeiras (piso), portas e janelas que se encontram deterioradas e a precisar de serem substituídas a fim de combater a humidade”, explicou o responsável máximo, acrescentando que “precisamos do apoio da Câmara para estas obras, pois o Grupo, por si só, não tem meios financeiros para poder avançar”.

Martinho Coelho considerou que “é necessário que se faça uma intervenção rápida a fim de preservar o valioso património ali existente”.

Outra das dificuldades prende-se com a dificuldade em atrair jovens para o Grupo. “Está a ser uma grande dificuldade, tanto mais que hoje existe uma grande oferta para os jovens” explicou.…

Anadia: Municipio vai acolher Espaço do Cidadão

Anadia: Municipio vai acolher Espaço do Cidadão – O Município de Anadia vai aderir ao projecto Espaço do Cidadão. A assinatura de adesão, entre a autarquia e a Agência para a Modernização Administrativa (AMA), deverá ocorrer muito proximamente.

O projecto vai funcionar no edificio dos Paços do Concelho e, nesta primeira fase, também em cinco freguesias (Vilarinho do Bairro, Vila Nova de Monsarros, Sangalhos, Avelãs de Cima e na União de Freguesias de Amoreira da Gândara, Paredes do Bairro e Ancas).


A presidente da Câmara de Anadia, Teresa Cardoso, referiu que “este serviço nada tem a ver com a Loja do Cidadão que disponibiliza diversos serviços e valências”, realçando que, neste caso, “trata-se de um atendimento digital de apoio que os municípes podem solicitar para obter informações ou preenchimento de requerimentos de determinados serviços”.

A edil anadiense considera que este serviço será “útil e essencial”, pois “irá dar apoio às pessoas que se encontram mais longe da sede do Concelho, assim como àquelas de mais idade, com dificuldades em se deslocar, que não dispõem de meios informáticos, nem do conhecimento que lhes permita em casa aceder a determinados serviços que hoje são prestados nas várias plataformas existentes dos serviços públicos”.

A autarca sublinha que “a dúvida é que se este serviço tem algum objectivo diferente daquele que o protocolo define: «espaço de atendimento complementar aos serviços existentes» e que não pretendem substituí-los”.

“O que nos foi dito pelo secretário de Estado da Modernização Administrativa e pelos técnicos do projecto é que essa situação não vai acontecer, até porque há alguns requerimentos que necessitam de informação mais completa e que exige a intervenção de outras entidades e, como tal, terão de recorrer a esses serviços”, referiu.

Teresa Cardoso salienta que nem tudo está ainda esclarecido, nomeadamente falta saber os valores que irão ser cobrados aos munícipes pelos serviços que irão ser prestados. De realçar que uma parte destes valores (65%) reverterá para o Município e os restantes 35% para a AMA.

A Câmara Municipal apresentou uma proposta à Agência para a Modernização Administrativa no sentido de instalar um Espaço do Cidadão com um único posto de atendimento no edificio dos Paços do Concelho, cujo atendimento será prestado por um funcionário da autarquia que acumula as funções com apoio no Balcão do Empreendedor. Relativamente às Freguesias e depois de auscultados os presidentes de Junta e, uma vez que estes não têm recursos humanos para acolher o Espaço, foi proposto à AMA que a Câmara Municipal disponibilizará um funcionário que se deslocará uma vez por semana a cada uma das cinco freguesias acima referidas, num determinado horário, ou seja, quatro vezes por mês estará em cada freguesia para prestar serviço de apoio.

De acordo com o protocolo que vai ser estabelecido, a AMA cede o mobiliário, os computadores e o software necessário para o funcionamento do posto, enquanto que a autarquia terá de ceder o espaço, um funcionário e suportar as despesas com os consumíveis e limpeza. A divulgação do Espaço do Cidadãao também ficará a cargo da autarquia.…

Vilarinho do Bairro: Acção sobre propagação de plantas

Vilarinho do Bairro: Acção sobre propagação de plantas – O projecto global de (Re)Aproximação do Homem à Natureza, levado a efeito desde já há alguns anos no Espaço Aidos da Vila (em Vilarinho do Bairro, Anadia), contará com um novo evento direcionado para a Produção e Reprodução vegetal.

Na circunstância, terá particular enfoque na “Propagação de plantas” e decorrerá no dia 14 de Março, entre as 9h30 e as 17h30, sob a orientação do Engenheiro Agrário Filipe Melo.

De manhã, até às 12h30, serão abordados dois temas principais dentro da temática globalizante da “Selecção de material vegetal”: idade e sanidade das sementes e tecidos, bem como das plantas a seleccionar.

Após o almoço entra-se num segundo grande tema, “Tempos, processos e métodos”, já direccionada para a multiplicação de plantas propriamente dita.

Será dado natural destaque à multiplicação seminal e à vegetativa, nas suas variantes de estacaria, mergulhia, alporquia e enxertia.

O mentor do Projecto Aidos da Vila, Valdemiro Pereira, lança uma questão pertinente: “Será arriscado ou insensato afirmar que nunca e em qualquer período da história do homem, este esteve tão afastado das realidades da Natureza (logo, de si próprio, por fazer parte dela), em consequência de ter tudo à mão, ao pé e à boca, como agora?”

Esta acção é extensiva também às áreas de jardinagem, bem como a grupos de amigos, famílias, profissionais, ensino e outros.

Para inscrições e / ou informações poderão os interessados utilizar os seguintes contactos: fmelo@esac.pt, aidosdavila@gmail.com ou v.gonçalvespereira@sapo.pt. Em alternativa estão à disposição os números de telemóvel: 969 748 896 ou 967 030 737.…

Sangalhos DC comemora Bodas de Diamante

Sangalhos DC comemora Bodas de Diamante – O Sangalhos Desporto Clube comemora este ano 75 anos de existência.

Para celebrar esta efeméride, a Direcção da Colectividade constituiu uma Comissão de Honra com várias personalidades que estão ou estiveram ligadas ao Clube, bem como com algumas entidades.

Deste grupo surgirá uma Comissão Executiva que será responsável pela elaboração de um programa de actividades culturais e desportivas que será conhecido muito em breve.

Será um ano com vários pontos altos.

A Comissão de Honra foi apresentada publicamente, no passado dia 21, em casa do principal patrocinador a Aliança Portugal.

O presidente da Direcção, Sérgio Santos, considera que este “é um momento alto” e que “é uma satisfação estar aqui a comemorar uma data que é um orgulho para todos nós pelo que tem sido feito nestes 75 anos de actividade”.

Sérgio Santos sublinhou que “é o passado que nos motiva para o futuro.

Queremos que todos trabalhem para fazer do Sangalhos um clube da nossa terra, região e país”.

“É com esta motivação que construímos o futuro dos sangalhenses”, afirmou.

Referiu-se ainda à modalidade do Ciclismo, dizendo que “continua no espírito dos sangalhense”.

Aproveitou o momento para deixar um agradecimento público a todos os patrocinadores e em especial à Aliança Portugal, bem como aos amigos da Colectividade pelo apoio que têm dado ao longo destes anos.

Museu da Bicicleta

A presidente da Câmara de Anadia, Teresa Cardoso, confessou que se sente “honrada” por se associar a esta iniciativa da celebração das Bodas de Diamante.

Teresa Cardoso considerou que “este é um ano importante para o Sangalhos”.

Anunciou que é vontade da autarquia “criar o Museu da Bicicleta em Sangalhos”.

Quanto às comemorações que a colectividade vai levar a efeito, referiu que a Câmara “estará disponível para colaborar dentro das nossas possibilidades”.

“É gratificante reconhecer que no concelho há muitos clubes e um grande associativismo para levar as diferentes modalidades em frente”, afirmou.

A autarca frisou que Anadia tem uma grande “marca no desporto” e isso “deve-se ao trabalho feito pelos dirigentes e técnicos que têm sabido ultrapassar todas as dificuldades”.

»»» Constantino Ferreira

Comissão de Honra:

Mário Martinho, Fernando Gradeço, Teresa Cardoso, Feliciano Neves, Teresa Figueiredo, Jorge Ribeiro, Fernando Castro, José Aleixo, Emanuel Maia, Amândio Albuquerque, António Gonçalves, Manuel Calvo, Joaquim Barros, Ernesto Santos, Sérgio Santos, Joaquim Cerca, Joaquim Andrade, Humberto Mendes, Orlando Simões, António Vela, Jorge Sampaio, Sidónio Sousa, Júlia Gradeço, Lucinda Simões, Delmindo Pereira, Carlos Veiga, Margarida Neves, Clementina Neves, Benício Miguéis, Alves Barbosa e Mário Jorge Neves.…

Anadia: Assembleia dos Alunos vai discutir factos e personalidades

Anadia: Assembleia dos Alunos vai discutir factos e personalidades – A Assembleia dos Alunos de Anadia vai voltar a reunir no dia 18 de março, pelas 14h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, naquela que será a 8ª edição desta atividade promovida pela Câmara Municipal de Anadia.


Dirigida aos alunos das escolas do 1.º ciclo do ensino básico das redes pública e privada de Anadia, a Assembleia dos Alunos tem como missão a abordagem de assuntos relacionados com o concelho ou de temáticas com relevância socioeducativa.

Na sessão deste ano, as questões a abordar têm enquadramento nos grandes temas definidos no plano de ação cultural da autarquia: “Anadia, Capital do Espumante”, “Anadia na História e no Mundo”, e “Centenário da Primeira Guerra Mundial”.

O programa terá início pelas 10h30, na Biblioteca Municipal de Anadia, seguindo-se almoço nas instalações do Centro Escolar de Arcos.

A assembleia reúne a partir das 14h30, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, onde os alunos dos Centros Escolares de Arcos e de Sangalhos, do Colégio de Nossa Senhora da Assunção e das Escolas EB1 de Vilarinho do Bairro, do Chãozinho, da Moita, da Poutena, e de Tamengos irão apresentar os seus trabalhos.…

Mealhada: Dia do Pai assinalado nas Piscinas Municipais

Mealhada: Dia do Pai assinalado nas Piscinas Municipais – As Piscinas Municipais da Mealhada vão assinalar, na quinta-feira, dia 19 de março, as comemorações do Dia do Pai.

A iniciativa é organizada pela Câmara Municipal da Mealhada e dirige-se aos pais dos alunos das aulas de natação.

O objetivo é convidar os pais a participarem na aula dos seus filhos.

A participação na atividade é gratuita.

Mais informações disponíveis através do número 231 205 470 ou pelo e-mail desporto@cm-mealhada.pt…

Bispo de Aveiro preside à Fundação dos Escuteiros de São Lourenço

Bispo de Aveiro preside à Fundação dos Escuteiros de São Lourenço – O Agrupamento de Escuteiros de Anadia apadrinhou a fundação do Agrupamento de Escuteiros de São Lourenço do Bairro.

A cerimónia da Fundação e das Promessas teve lugar, no polidesportivo de Óis do Bairro, junto ao Centro Cultural, e foi presidida pelo Bispo de Aveiro, D. António Francisco.

O Agrupamento de Escuteiros de São Lourenço do Bairro 1345, apesar de pertencer à paróquia de São Lourenço tem a sua sede nas instalações da antiga pré-primária de Óis do Bairro.

O agrupamento começou o seu trabalho há cerca de três anos, junto do de Anadia (Padrinho), onde os seus elementos e dirigentes tiveram a sua formação. A partir de agora vão começar a trabalhar sozinhos.

Paralelamente teve lugar um encontro de Escuteiros da Área da Bairrada, onde estiveram presentes os Agrupamentos de Anadia, Avelãs de Cima, Sangalhos, Oiã, Palhaça, Troviscal e Fermentelos, num total de cerca de 450 pessoas.

Ao RB, o Chefe de Campo do Encontro, Miguel Oliveira, referiu que esta “é a segunda vez que os agrupamentos da Bairrada promovem um encontro”. O primeiro foi em 2001.

Neste caso, um dos objectivos foi o de “testemunhar a formação de um novo agrupamento na Bairrada”, dando também a conhecer, através das diversas actividades o que é o escutismo, bem como motivar as crianças e jovens locais a participar no novo agrupamento.

De referir que o encontro começou na sexta-feira, decorreu durante todo o dia de sábado, até domingo à tarde.

Os escuteiros estiveram acampados nos terrenos adjacentes ao centro cultural de Óis do Bairro.

Um dos objectivos do encontro foi o de experimentar o contacto visual com as comunidades locais da região e diocese de forma especial em São Lourenço do Bairro, de forma a contribuir para a construção de um mútuo conhecimento e de uma permanente e produtiva compreensão e interligação entre pessoas e comunidade.

Por outro lado, pretendeu-se dar a conhecer à região e à área o novo Agrupamento, através do desenvolvimento de actividades de conhecimento mútuo.…

Back to top